Reunião de Pais / Professores – Vídeo para Reflexão: Crianças imitam adultos!

Hoje assisti esse vídeo e comecei a pensar muito nele. Muito mesmo. O dia a dia na escola é muito corrido e quantas vezes a sensibilidade perde espaço para papéis, agenda, prazos e resultados (ou até mesmo poderia dizer números). Chega uma hora que parece que a gente não enxerga mais. Parece que a gente olha sem ver.

Crianças… simplesmente crianças. Crianças que refletem os pais, a sociedade em que vivemos, o que ela vê na televisão e, porque não dizer, até mesmo o professor.

É difícil admitir, porque realmente nos sentimos tantas vezes sozinhos com nossos problemas em sala de aula. E a verdade é que o estresse pega a todos: os alunos, os professores, a equipe da escola em geral. Mas se a gente parar pra pensar, a criança sofre. Pensemos em quantos teóricos lutaram para que a criança tivesse uma voz ativa, ideias críticas e fossem vistos como mais do que simplesmente adultos em miniatura. Quanto não evoluímos tecnologicamente? E hoje o acesso à internet e às informações é tão fácil, promovendo tanto aprendizado (a filha de um colega joga no celular, e ela tem apenas dois anos!). E mesmo com toda a evolução, desenvolvimento, etc, o que realmente importa, de verdade mesmo, é o que somos pra eles. É como eles se sentem conosco. É como eles se sentem parte do mundo.

Somos um exemplo. E se refletirmos no nosso dia a dia, quantas vezes pedimos gritando pra eles pararem de gritar? Quantas vezes lhe pedem que respeitem o colega, quando se sentem invadidos? Quantas vezes são questionados sobre honestidade, quando vivem no meio de complôs familiares agindo desonestamente? Como falar de alimentação saudável em uma família que nem mesmo pode comprar frutas?

Certa vez durante uma conversa na sala, conversava com os alunos sobre a importância de se ter boas amizades, fazer o que é correto mesmo quando ninguém estiver olhando, respeitar os pais, etc. Uma aluna levantou a mão e disse que nem sempre os pais querem o melhor para os seus filhos. Ela estava falando uma mentira? Não sei, essa era a realidade dela. Sua mãe bebia muito e ela responsável por muitas coisas em casa. É isso que ela pensa. É esse o exemplo que ela tem.

O meu desejo para esse ano é que sejamos bons exemplos. Independente da sociedade, da família, do mundo, que eles possam ver em nós o que talvez eles não tenham em outro lugar: palavras que refletem ações, olhos de esperança e alegria de pensar que, no nosso mundo, na nossa sala, podemos fazer a diferença.

Professora Maluquinha

Logo1-300x131

 

 

 

 

 

Assista o vídeo abaixo. Uma ótima dica para passar em Reunião de Pais ou de Professores.